Sotreq reconhece e valoriza o talento de seus colaboradores

Edição: 
Nº 59

Sotreq reconhece e valoriza o talento de seus colaboradores

Política de recrutamento interno traz benefícios para a empresa e motiva colaboradores

 

A política de recrutamento interno traz inúmeras vantagens às empresas e a seus funcionários. Para as organizações, a decisão de ocupar uma vaga com alguém que já trabalha em outro setor motiva os funcionários, valoriza os investimentos em treinamento, gera economia (o custo em relação ao recrutamento externo é menor, assim como o tempo para contratação) e estimula a permanência de seus funcionários por mais tempo, evitando uma rotatividade que pode afetar a qualidade da produção ou do atendimento aos clientes.

Para os colaboradores, não é diferente. A valorização dos recursos internos é uma motivação permanente, que dá ao funcionário a oportunidade de desenvolver sua carreira profissional. É por tudo isso que a Sotreq valoriza seus talentos internos, adotando uma política de contratação na qual todos ganham.

Essa é uma realidade dentro da Sotreq que só agrega. Temos muitos talentos dentro de casa e proporcionar a oportunidade desse profissional permanecer conosco atuando em outra esfera é um ganho para a organização”, afirma Giseli Pontes, coordenadora de Recrutamento e Seleção da Sotreq.

O recrutamento interno contribui para a formação de times reconhecidos por seu diferencial técnico. A trajetória de Felipe Bradley no Grupo Sotreq é um exemplo de como a valorização de talentos internos é importante para a empresa e para o colaborador. Felipe é analista de atendimento de serviços CRC, mas chegou à empresa em 2011, como estagiário de engenharia na Oficina de Reparo de Componentes (ORC), na filial Rio.

“Já no ano seguinte, recebi a proposta para ser contratado no mesmo setor, onde fui efetivado como Programador de Serviços. Em 2014, tive a promoção para analista de Atendimento de Serviços. Considero que o momento mais marcante foi a minha transferência do Rio de Janeiro para Macaé. Fizemos a mudança do setor sem parar as operações, desmobilizando e mobilizando maquinários e materiais de clientes que estavam em reparo. Foram quase 20 carretas de materiais, carregadas e descarregadas imediatamente, sem que houvesse paralisação completa dos serviços”, relembra Felipe, que participou do Programa Carreira e Gestão e não para de crescer dentro do Grupo Sotreq. Neste mês de julho, Felipe Bradley está sendo promovido a Supervisor de Produção.

GRUPO SOTREQ