Projeto histórico na plataforma TLWP P-61 da Petrobras

Projeto histórico na plataforma TLWP P-61 da Petrobras

Sotreq forneceu quatro grupos geradores Cat® para a plataforma TLWP P-61 da Petrobras.

Nas próximas décadas, o futuro do Brasil passará pela exploração comercial das grandes reservas de petróleo em águas profundas e ultraprofundas do pré-sal e a Sotreq estará participando desse desafio com o fornecimento de vários motores e grupos geradores Caterpillar para as sondas de perfuração e plataformas de produção.

Como não podia deixar de ser, a Sotreq quer registrar a sua participação também nesse projeto histórico – a companhia forneceu quatro grupos geradores Caterpillar para a plataforma TLWP (Tension Leg Wellhead Plataform) P-61, a primeira desse tipo no Brasil, construída no Estaleiro BrasFELS, em Angra dos Reis (RJ). O negócio foi fechado junto à Float-Tec, uma joint-venture entre a J. Ray McDermott, projetista da plataforma, e o Estaleiro Keppel FELS, construtor da obra.

A TLWP P-61, que está em instalação no campo de Papa-Terra, distante 110 km da costa, em águas profundas com lâmina d ́água entre 400 e 1.400 metros, produzirá óleo pesado com grau API entre 14 e 17. A tecnologia de ancoragem dessa plataforma é efetuada através de tendões verticais que proporcionam baixa amplitude de movimentos, permitindo que os 13 poços de produção previstos sejam interligados à plataforma através das válvulas de controle do poço da Árvore de Natal, de completação seca, instalada no deque da plataforma, em vez da instalação no fundo do mar. Toda a produção da P-61 será transferida para o FPSO P-63 e então escoada através de navios aliviadores. A P-61 será assistida por uma sonda de apoio do tipo TAD (Tender Assisted Drilling).

Para alimentar essa plataforma foram selecionados pelo cliente quatro grupos geradores Caterpillar, instalados em contêineres customizados com atenuação acústica e proteção contra fogo, sendo três para a geração de energia principal, modelo C280-08 de média rotação, com potência contínua de 2.200 kWe, 13.8 kV, 60 Hz e 900 rpm, e um grupo gerador de emergência, modelo 3516CHD, com potência contínua de 2.000 kWe, 480 V, 60 Hz e 1.800 rpm. Os equipamentos foram fabricados pela Caterpillar Inc., em Lafayette IN (EUA), e especialmente configurados de acordo com as especificações elaboradas para o projeto da P-61. Os sistemas de refrigeração dos grupos geradores principais atuam por meio de radiadores para operação offshore e foram montados remotamente com circuitos fechados de água doce tanto para o motor a diesel quanto para o gerador, que tem invólucro de proteção IP56, refrigerado a água. O radiador do gerador de emergência foi montado no próprio contêiner do grupo gerador. “Esse foi um dos maiores desafios da nossa área de engenharia. Fizemos o gerenciamento do projeto desde o início, sempre dialogando com a Caterpillar nos EUA e as fornecedoras contratadas”, afirmou Eduardo Nowak, Gerente de Engenharia da Unidade de Petróleo e Marítimo da Sotreq.

Os técnicos da Sotreq da área de Suporte ao Produto viajaram para Cingapura e, em parceria com técnicos do revendedor Caterpillar local, efetuaram no Estaleiro Keppel Fels a montagem final, os serviços de comissionamento de todos os sistemas e os testes operacionais a bordo do módulo principal da plataforma. Também foram fornecidos para a Float-Tec os sobressalentes para utilização durante a fase de comissionamento e para dois anos de operação.

O módulo principal da plataforma viajou para o Brasil e foi acoplado e integrado ao casco, no mar, pelo Estaleiro BrasFELS, em Angra dos Reis (RJ), através de uma complexa operação chamada Deck Mating.

A plataforma P-61 foi entregue à Petrobras no final de 2013 e seguiu para instalação no campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, onde será operada pelo consórcio Petrobras (62,5%) e Chevron (37,5%).

ÓLEO E GÁS