Mello de Azevedo e Sotreq: a retomada de uma parceria de décadas

Edição: 
Nº 54

Mello de Azevedo e Sotreq: a retomada de uma parceria de décadas

Com a primeira aquisição na década de 40, construtora volta a reforçar a frota com Cat®

Quando a parceria é boa, ela nunca cai no esquecimento. A Construtora Mello de Azevedo foi a pioneira na aquisição do trator de esteira D8 a Cabo na década de 40. Agora, a empresa retomou com força total sua parceria com a Sotreq e reforçou sua frota com dez equipamentos Cat®. O interesse em máquinas de qualidade comprovada e na dedicação no atendimento ao cliente fizeram a diferença nesta reaproximação.

Nesta retomada, a Mello de Azevedo adquiriu quatro escavadeiras 320 Nex Generation, duas motoniveladoras 120 e quatro retroescavadeiras 416F2. Nelson Parma Azevedo, diretor-presidente da Mello de Azevedo S/A, lembra que tudo começou no evento Sotreq na Estrada, no posto Chefão em 2018, onde foram apresentados os lançamentos das escavadeiras Cat® 320.

 

Inovações tecnológicas

As inovações tecnológicas dos equipamentos chamaram a atenção da construtora. “Entendemos que essas tecnologias proporcionarão ganho de produtividade, melhoria da qualidade dos serviços executados e, consequentemente, redução dos custos operacionais. A equipe de vendas da Sotreq, na pessoa do sr. Ayres, nos prestou um atendimento diferenciado e diligente para a concretização do negócio. Em visita à Sotreq, fomos muito bem-recebidos e acreditamos que continuaremos a escrever uma bela história, iniciada há mais de 70 anos”, diz Nelson Azevedo.

Ayres Santos comemora a volta do importante cliente, que ficou um longo período sem adquirir uma quantidade expressiva de equipamentos. “Eles estão apostando muito na tecnologia dos equipamentos, principalmente nas escavadeiras, que já vêm de série com Grade 2D, que proporciona uma redução de mão de obra e aumento na produtividade”, afirma o representante da Sotreq.

 

Manutenção e treinamentos

A Mello de Azevedo tem uma equipe técnica própria de manutenção dos equipamentos, mas o diretor-presidente ressaltou a necessidade do investimento nos treinamentos específicos oferecidos pela Sotreq para qualificação dos técnicos e gestores, além de contar com o laboratório para análise de fluidos.

Ayres explica que a construtora foi bonificada, em caráter de cortesia, com o serviço de peças, filtros e o laboratório SOS (análise de óleo), para as revisões de 500 e 1.000 horas para cada equipamento. “Isso dará uma boa oportunidade para a área de serviço oferecer um contrato completo de PMP – Programa de Manutenção Preventiva”, afirma.

 

Renovação de frota

A volta da Mello de Azevedo projeta uma parceria mais regular a partir de agora. Com os dez equipamentos adquiridos, o engenheiro de manutenção, Alaor Fernandes, espera “um custo operacional menor, com aumento da disponibilidade física, redução do custo de combustível, aumento da produtividade e maior valor residual”. Todos os equipamentos já estão seguindo para as obras em andamento da construtora, que já esboça novos planejamentos.

Estamos realizando um planejamento de renovação de frota, envolvendo a aquisição de máquinas e caminhões”, conclui Nelson Azevedo.

 

CONSTRUÇÃO