De estagiários a empresários, dupla de “Cat Maníacos” avança os negócios no Nordeste

De estagiários a empresários, dupla de “Cat Maníacos” avança os negócios no Nordeste

Cássio Douglas da Silva Sales e Raphael Jales Fernandes atuam na região metropolitana de Fortaleza, no Ceará, onde trabalham no mercado de manutenção e locação de máquinas pesadas e contam com 14 equipamentos Cat®

 

Os amigos Cássio Douglas da Silva Sales e Raphael Jales Fernandes já perderam a conta das vezes em que foram chamados de “Cat Maníacos”. A dupla considera o apelido um pouco exagerado, mas reconhece que nasce da admiração de ambos pela Caterpillar e por seus revendedores, a Sotreq e a Marcosa – antigo dealer da marca na região Nordeste até ser adquirida pela Sotreq em 2012 –, onde ambos iniciaram a carreira como aprendizes, em 2008, até se tornarem mecânicos. Sócios, fundaram a Normaq/Sales & Fernandes Comércio, Manutenção e Locação de Máquinas Pesadas Ltda, com 14 máquinas Cat® para operar no estado do Ceará.

 

“Nossa relação com a Sotreq é de confiança e respeito. Por isso, sempre recomendamos a empresa aqui no Ceará. Além da qualidade das peças e produtos Cat®, conhecemos muito bem a eficiência do pós-venda. O sistema de logística atende nossas necessidades, pois se não tiver pronta entrega, em três dias o material necessário vai chegar. Você sabe que nunca vai ficar na mão, que a máquina logo voltará a operar e isso é muito importante”, afirma Cássio Douglas, que completa, “nossa defesa da Sotreq Cat é contra o mercado de peças paralelas, que usa o argumento do preço e nem isso é verdade, porque já recebemos peças originais mais baratas e, claro, com a garantia e confiabilidade que só um produto original pode oferecer”.

 

Hoje, Douglas e Raphael seguem parceiros, mas cada um dirige uma empresa. Desde julho de 2018, Douglas comanda a Sales Locações de Máquinas Pesadas, enquanto Raphael seguiu com a Normaq. Elas estão situadas nas cidades de Caucaia e Maracanaú, respectivamente, na região metropolitana de Fortaleza. Juntos, eles têm 14 equipamentos fabricados pela Caterpillar. São eles: cinco retroescavadeiras Cat 416, uma retroescavadeira Cat 416F2, três pás carregadeiras Cat 924G e cinco escavadeiras hidráulicas 320D. “Continuamos mais amigos do que nunca e parceiros nos negócios. Temos dez funcionários e sete máquinas cada um, dando sequência à história de dois ex-estagiários que estão conseguindo vencer na vida”, garante Cássio Douglas.

 

A história da dupla começou em quando Cássio tinha 17 anos e Raphael 18, na escolinha de aprendizes da Marcosa. Com o passar do tempo e com muita dedicação, chegaram ao cargo de mecânicos nível 3. “Eu era mecânico residente e o Raphael atendia o setor marítimo. Vimos que o mercado não tinha uma segunda opção em manutenção. Não contava com uma oficina com suporte mais técnico. Então, resolvemos que estava na hora de sair. Eu me desliguei no final de 2012. Ele, em janeiro de 2013. No primeiro momento, atuamos apenas com manutenção, fazendo atendimento externo. Depois, compramos um espaço e montamos uma oficina. Passados dois anos, compramos o primeiro equipamento Cat, uma escavadeira 320D, ano de fabricação 2008, e passamos a entrar no mercado de locação. A partir daí surgiram novas oportunidades e fomos ampliando”, relembra Sales.

 

Atualmente, os amigos miram o futuro, mas sem deixar de valorizar suas raízes. “Nossa relação com a Sotreq se fortaleceu ao longo das relações comerciais, mas também em função do carinho, respeito e gratidão que temos por essa grande empresa, que primeiro nos acolheu nos tempos da Marcosa e segue procedendo da mesma forma até hoje, nos dando oportunidades para seguir crescendo. E é isso que esperamos para o futuro. Nosso plano é continuar firme nesse mercado tão competitivo e que apresenta tantas variáveis no Brasil. Enfrentamos crises e problemas do dia a dia para seguir sem dívidas, sempre honrando nossos compromissos com os clientes e com nossos funcionários. Trabalhamos para manter a empresa saudável, de forma a crescer, como tem sido até agora”, finaliza o empresário.

Comentar